O PODCAST

O Donas da P* Toda entrou no ar em maio de 2019. Surgiu de uma conversa entre amigas sobre as dificuldades do empreendedorismo e a certeza de que o desafio se tornava suportável por ter com quem conversar. Mas, e quem não tinha? 

Foi daí que decidimos gravar nossas conversas e trazer outras mulheres para o diálogo. Com o tempo, temas de carreira e comportamento foram sendo adicionados na nossa troca.


Hoje a nossa escolha dos temas está ligada a vários temas, mas é norteada por conversas que queremos proporcionar para quem quer dividir a vida com a gente. 

convidadas.png
 

+ 140.000

Plays no Spotify.

+ 33.500

Ouvintes únicos.

91%

De ouvintes mulheres.

 

MEDIA KIT

Baixe aqui o nosso media kit com mais informações sobre o Donas.

 

QUER FALAR COM A GENTE?

Pra sugerir assuntos, entender como sua marca pode aparecer no Donas ou conversar com a gente, preencha abaixo!

Obrigado pelo envio!

 
Donas ds porra toda tratadas_FotoTaisUrq

LARISSA GUERRA

Eu gosto de pensar que trabalho não é o que me define, ainda que muito do que eu seja venha dos meus trabalhos. Sempre fui uma pessoa inquieta, com múltiplos interesses. Isso me levou ao jornalismo, mas também à gastronomia e a uma pós-graduação em comunicação política e a um curso de sommelier de cervejas (eu avisei que os interesses são muitos).

Já tive meu restaurante e fechei. Hoje, prefiro atender sob encomenda pedidos sentimentais. Também sou comunicadora na rádio Atlântida de Blumenau e no Donas xingo o capitalismo, enalteço as manas e sempre jogo uma frase de astrologia para fazer a misteriosa.

MARINA MELZ

Gosto de dizer que sou jornalista porque gosto de conversar. E gosto mesmo: toda história pra contar me interessa e dividir momentos pra contar esses causos é o que faz mais sentido pra mim. 

No trabalho, transformo essas histórias em conteúdo para os clientes da Melz, empresa de assessoria de imprensa que fundei há 10 anos. No Donas, caço esses depoimentos pra costurar nossas conversas. 

Donas%20ds%20porra%20toda%20tratadas_Fot
15092018_credito_danielzimmermann_117_ed

BRUNO STOLF

Gosto de várias coisas. Por isso, talvez, tenha formação em jornalismo, pós-graduação em tradução audiovisual e tenha feito um curso de mestre destilador. Ainda bem. Porque foi por também ser músico e gostar de áudio, que fui convidado pra participar do Donas da P* Toda. 

Por aqui, trato áudios, edito episódios, crio vinhetas e repito sem parar o quanto essas minas são incríveis. Tenho certeza que temos muito para ouvir delas e com elas.